Qualidade de vida

Utilize nosso portal com notícias e orientações aos pacientes além de informativos com artigos científicos aos médicos que atuam na área de osteoporose. Mais »

Prestação de serviços em laudos de Densitometria

Somos uma empresa focada em oferecer soluções em Diagnóstico por Imagem e Telerradiologia com alta qualidade técnica e científica prestando atendimento a pacientes, médicos, clínicas, hospitais e prefeituras. Mais »

Melhore a prestaçao de serviços de sua clínica aos pacientes

Oferecemos um sistema de laudos agilizando a entrega dos exames. Mais »

Envie exame de densitometria para laudo

Use nosso sistema simples e seguro de telerradiologia para que o seu exame de densitometria seja enviado a nossa central de laudos. Não há necessidade de PACS. Mais »

Possuímos servidor exclusivo e dedicado para telerradiolodia

Oferecemos também um servidor exclusivo para envio de grande quantidade de exames e para exames de outras modalidades diagnósticas como Radiologia geral e contrastada, Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética. Mais »

 
densitometria femur

Exames de controle de densitometria óssea

As vantagens e  indicações para realização de exames de controle preconizadas são as seguintes:

Medidas seriadas de densidade mineral óssea podem demonstrar a eficácia do tratamento, detectando estabilidade ou ganho de densidade mineral óssea.

O período de intervalo entre exames deve ser determinado de acordo com a condição clínica de cada paciente.

 

Habitualmente, um ano após o início ou mudança do tratamento, nova medida de densidade mineral óssea é apropriada.

densitometriaossea

Benefícios e limitações da densitometria óssea

Benefícios: 

A densitometria óssea é um exame simples, rápido e não invasivo.

Não há necessidade de sedação ou uso de meios de contraste.

O exame de densitometria óssea é o método mais preciso disponível para o diagnóstico de osteoporose e também é considerado uma estimativa precisa do risco de fratura.

A quantidade de radiação utilizada é extremamente pequena, inferior a um décimo da dose padrão de raios-x convencional, e menos do que a exposição de um dia para radiação natural.

Punho

Interpretação de resultados de densitometria óssea 2

 

A avaliação de exames de densitometria óssea apresentam peculiaridades no caso de mulheres a menacme e em homens com menos de 50 anos, muito em função das questões hormonais.

 

A OMS estabelece os seguintes critérios para esse grupo:

 

Deve ser usado o Z-escore (número de desvios-padrão da média de uma população do mesmo sexo e raça do indivíduo).

Densitometriaossea2

Preparo para o exame de Densitometria.

 

No dia do exame, o paciente pode se alimentar normalmente, mas o uso de suplementos de cálcio deve ser suspenso pelo menos 24 horas antes do exame.

Recomenda-se uso de roupas largas e confortáveis, evitando roupas que têm zíperes ou botões, cintos feitos de metal. Objetos como chaves ou carteiras que possam estar na área a ser examinada devem ser removidos.

Pode haver a necessidade de remover algumas ou todas as vestimentas e usar um avental durante o exame. Devem ser removidos também jóias, piercings e quaisquer objetos de metal ou roupas que possam interferir com as imagens de raios-x.

examevfa

Exame de avaliação de fraturas vertebrais (VFA )

A avaliação da coluna vertebral para avaliação de fraturas vertebrais também relaizadas com aparelhos de densitometria pode ser recomendada como estudo complementar parciulamente nos idosos e em pacientes com diagnóstico prévio de osteoporose, sendo indicações comuns também:

 

Pacientes com perda documentada (−2 cm) ou relatada (−4 cm) de estatura desde a idade adulta jovem.

 

Pacientes com antecedente de fraturas por fragilidade óssea após os 50 anos de idade.

Translate »